Fé Campeã | 2018 WINTER PARALYMPICS - PYEONGCHANG - Yuliia Batenkova-Bauman - Cross Country Skiing
2018 WINTER PARALYMPICS - PYEONGCHANG - Yuliia Batenkova-Bauman - Cross Country Skiing

2018 WINTER PARALYMPICS - PYEONGCHANG - Yuliia Batenkova-Bauman - Cross Country Skiing

18mar2018. Após 4 paralimpíadas e 13 medalhas de prata e bronze, a ucraniana Yuliia Batenkova finalmente realiza seu sonho dourado no último dia dos Jogos Paralímpicos de PyeongChang 2018.
"Não acredito nesta felicidade depois de todo sofrimento que passei," disse a campeã. Tenho trabalhado nisso tantos anos e não esperava isso. Foi uma alegria imensa pra mim. Estou explodindo por dentro por causa da medalha de ouro."
Yuliia nasceu na Crimea, território anexado pela Rússia, onde os ucranianos protestaram cobrindo as medalhas de Sochi de preto. Quando criança, ela praticava ginástica mas um acidente de carro mudou o rumo de sua vida. Yuliia perdeu a mãe e um irmão e foi morar em outra cidade com o pai. No acidente ela perdeu a mão direita e teve que desistir da ginástica. Na faculdade, Yuliia foi introduzida à Fundação de apoio a esportes para Deficientes, onde iniciou no atletismo, mas logo migrou para o esporte de inverno por causa da concorrência pesada por vagas no atletismo. Sua primeira Paralimpíada foi em Turim 2006 onde ganhou 5 medalhas (2 de prata e 3 de bronze) e em Vancouver 2010 e Sochi 2014 ganhou mais 8 medalhas.
Yuliia acredita que você nunca deve relaxar e ficar preguiçoso. Não tolerar a fraqueza, a auto piedade e a frustação são seus lemas.
Em Pyeongchang Yuliia teve má sorte em não conquistar várias medalhas, como nos outros Jogos, talvez por ela acreditar que deva comprar um chapéu antes das provas para ter sorte, segundo sua biografia. Mas no último dia ela foi recompensada com o prêmio maior. "Aqui não fui capaz de ganhar uma medalha. Não fui capaz de realizar nada. Fiquei doente e tudo deu errado. Fui sempre azarada, e no último dia este milagre aconteceu. Estou loucamente feliz. Finalmente me livrei destes pensamentos em minha cabeça porque sou finalmente uma campeã em minha quarta Paralimpíada. É minha 14a medalha e é de ouro."
"Pedi pra Deus, 'se eu não pudesse trazer uma medalha pra mim, deixe me levar esta medalha para Zlata (sua filha), minha criança de ouro'. Ela merece isso. Ela é a melhor."

Fontes 
https://www.paralympic.org/news/pyeongchang-2018-cross-country-flash-quotes-day-9
https://www.pyeongchang2018.com/en/game-time/results/PWG2018/en/cross-country-skiing/athlete-profile-n3052837-yuliia-batenkova-bauman.htm
https://en.wikipedia.org/wiki/Iuliia_Batenkova

Não existem comentários ainda, seja o primeiro a comentar!