Fé Campeã | Blog do Alê
Blog do Alê

Blog do Alê

Dezembro 2015. Após 7 anos escrevendo sobre a fé dos campeões, percebemos que muitas histórias se repetem, muitos práticas e comportamentos são bem sucedidos e várias conclusões ficam claras em relação à qual é a vontade de Deus para sermos vitoriosos na vida e nos esportes. A primeira está escrita em  1Coríntios 9:24-25. “Você não sabe que aqueles que correm em estádios... apenas um leva o prêmio.”  Mas todos correm por um prêmio corruptível e nós buscamos um prêmio incorruptível.  Percebemos que o mais importante na vida de um atleta profissional não é sempre o primeiro lugar e sim seu sustento, sua felicidade, vida familiar saudável, saúde, longevidade, etc. Outra conclusão para o atleta é que ele deve fazer diferença no seu meio e pregar a salvação. A palavra salvar, tem origem no grego sozo, que também quer dizer cura. A vontade de Deus é que todos tenham saúde física e mental e a vitória seria uma maneira de chamar a atenção e propagar essa mensagem. Quando atletas famosos se engajam em campanhas, criam fundações e ajudam no combate à alguma doença, de uma forma diferente eles estão propagando a mensagem. Este ano quero agradecer a Deus por Ele me ter dado saúde, sustento, alegria e condições para praticar triathlon e esqui cross country. Não ganhei nenhum prêmio nestas modalidades mas a mensagem está sendo pregada para poucas pessoas, talvez um dia eu desenvolva dons para atingir mais pessoas ou alcance uma vitória que chamará mais atenção. O importante é ficar atento ao Seu chamado e correr, em busca do prêmio incorruptível.

 

Julho2012. O Ministério FeCampea.org surgiu em 2009, junto com a missão de escrever um livro devocional (que já está chegando à sua metade), ambos com o objetivo de divulgar a palavra de Deus e as maravilhas que Deus tem feito no mundo dos esportes.

Desde 2009, toda semana Deus tem enviado um campeão e um exemplo para nos ensinar sobre as virtudes dos campeões e como ter um relacionamento e dar créditos à Deus.

Alguns desses exemplos, coincidem com momentos que passamos na vida, como Serena Williams (link tênis), que teve um período difícil em sua vida. Foram 10 meses de afastamento que incluiu lesão, enfermidades e depressão. Também Radamel falcão (link futebol) teve uma chance no River Plate após ficar mais de um ano machucado, e retornou para ajudar a Colômbia na classificação para a Copa do Mundo 2010 e para se tornar campeão da UEFA Europa em 2012. E por fim vimos Alberto Salazar (link Atletismo) se recuperando de um ataque cardíaco e testemunhando sua história no livro – 14 minutos: A Running Legend’s Life and Death and Life.

Em abril deste ano, após a Meia da Corpore, sofri vários sintomas que me deixaram totalmente debilitado. Hipoglicemia, pressão baixa, inflamação na coluna, gastrite, Deus me curou de tudo isso!!! A ele toda Glória!!! “Tudo acontece com um propósito. Deus tem um plano para todos nós. Isso é tudo relacionado à fé. Você nunca saberá ao certo o que a vida te trará, ou necessariamente o que Deus que você faça. É um processo que nunca termina. Ás vezes nós complicamos e ficamos confusos. Mas há sempre uma razão.” Alberto Salazar

"Deus me mantém na linha, orando para ele você nunca deve temer a derrota. Ele é o Pai de todas as coisas e ele ama o mundo e morreu por todos os nossos pecados (e tomou sobre si nossas enfermidades). Não há melhor motivação que isso." Timothy Bradley WBO Champion

 


 

 Agosto de 2011 - A VIDA COMEÇA AOS 40!!!

28ago2011. Quando completei 40 anos, não imaginaria a virada que aconteceria na minha vida e de minha esposa. Tudo começou com o recorde no Ironman Brasil 2010. Após quatro ironmans em que o tempo só piorava, chegando a terminarLargada_Fabrizio_peq em 14h, a marca de 12h16 deu motivação e perspectiva para, se Deus quiser, um dia conquistar a vaga para o Mundial do Hawaii.

Aí após as incríveis férias de final de ano (ver abaixo) veio a melhor notícia: Seria pai pela primeira vez aos 40 anos e para minha esposa aos 45 min do segundo tempo. Deus assim estaria cumprindo sua promessa de que nós teríamos um herdeiro e uma descendência dentro da terra prometida. A Terra prometida é o nosso imóvel entregue no começo do ano e agora nosso filho Lucas chegará no apartamento de nossos sonhos. A virada continuou com a estreia no Esqui de fundo em janeiro de 2011 (ver abaixo) e às vésperas da chegada do herdeiro um novo presente de Deus: a conquista da medalha de bronze no Campeonato Brasileiro de Ski Cross Country 2011 realizado em Ushuaia, Argentina .


AleOliveira_Podio_Brasileiro_2011_peq Eu nunca havia subido no pódio numa competição importante em 20 anos de triathlons, duathlons e corridas. Deus nos surpreendeu com essa recompensa após um ano de treinamentos não muito comuns na Academia e na USP (Roller Ski). Foi sacrificante por ficar alguns dias longe de minha esposa que havia entrado no oitavo mês de gestação e por causa das dores de algumas quedas. Mas esse foi o preço da melhora no tempo em 45 minutos (1h46min nos 21km). Para progredirmos na vida temos que obedecer e sacrificar. A obediência é mais importante que o sacrifício (1Samuel 15:22), ou seja, é melhor você obedecer as leis do que pagar multas. Mas de um outro ponto de vista, a obediência pode ser sacrificante. Para evoluir no esporte temos que nos sacrificar nos treinos e no dia da competição, alcançando o máximo de nossas forças e de nosso potencial. Foi assim em Ushuaia, porque faltou treinos específicos na neve, então o sacrifício e as dores foram maiores no dia da prova!!! A VIDA COMEÇA AOS 40!!! “Vocês terão benefícios, se obedecerem aos mandamentos do Senhor, o seu Deus...” Deut.11:27


Ler mais em http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2011/09/gazeta-adventure/brasileiro-conquista-bronze-inedito-em-prova-de-esqui-cross-country.html

e em http://www.youtube.com/watch?v=PyvvSuKznRo

 


 

Janeiro de 2011 - EM BUSCA DO IMPOSSÍVEL
O objetivo deste blog é incentivá-lo a acreditar que é possível alcançar um grande desafio, com muita fé, disciplina, determinação, coragem e estratégia. Após o primeiro contato com o esqui alpino em Squaw Valley - California em janeiro de 2010, onde não saímos da área reservada para crianças e iniciantes, uma grande motivação surgiu para desenvolver-se nos esportes de inverno. Mas como aperfeiçoar a técnica esquiando uma vez por ano e se as condições financeiras permitirem viajar todo ano??? A passagem ganha no sorteio (ver abaixo) permitiu a segunda prática mas ainda na pista verde para iniciantes em Hunter - New York em fevereiro de 2010.

A transmissão dos Jogos Olímpicos de inverno neste mesmo mês motivou ainda mais a tentar o impossível: participar de uma prova de Biathlon na neve. Mas como alguém que não sabe esquiar, assim com uma pessoa não sabe andar de bicicleta ou que não sabe nadar pode participar de uma prova com poucas práticas e sem o contato direto com a modalidade??? A luz no fim do túnel foi o treinamento através de roller ski que simula os movimentos da modalidade (Esqui Cross Country).Jesus_Hagia_Sofia_peq
Deus foi bom neste ano de 2010 e conseguimos juntar recursos para fazer a segunda viagem a Europa, visitando os lugares importantes que faltava conhecer: Turquia, Londres e Países Baixos.

Na Turquia aprendemos mais sobre o islamismo e conhecemos as primeiras igrejas e basílicas cristãs. Nas cavernas e igrejas dos primeiros séculos do cristianismo, vimos as primeiras pinturas de Jesus e de cenas do evangelho. Quando você se depara com evidências arqueológicas tão antigas confirmando o que está escrito na Bíblia, nossa fé em Deus aumenta e a motivação em mostrar isso para as pessoas é cada vez maior. Nos museus de Londres, mais achados arqueológicos da antiguidade, incluindo essa placa com a figura de Pedro ditando o evangelho para Marcos Placa_St_Peter_peqdo século 7. No ano novo tivemos o privilégio de estar num dos melhores points para comemorar a virada e ver uma das maiores queimas de fogos do mundo: em frente à London Eye. Foi um grande espetáculo que durou uns 15 minutos.

Após visitar a linda Amsterdã e Bruxelas, partimos eu e minha esposa para o grande desafio de completar uma prova de 21km de esqui de fundo no estilo Freestyle em Bessans, França. As dificuldades foram grandes, pois não havia hotéis econômicos (a cidade não é escolhida para eventos internacionais pois só conta com três hotéis). Graças a ajuda de nosso aluno, o francês Benoit Pierrang, ele conseguiu uma reserva num apartamento por um preço salgado mas que nos deixou ao lado da prova e dos vários percursos da cidade.


O teste de caráter foi o seguinte: havia pistas de esqui por toda a cidade e você deve pagar uma taxa em torno de 15003_Chegada_Ale_peq reais para utilizá-las. Dá a impressão que ninguém paga pois ninguém controla e como todo brasileiro, a tentação de não pagar a taxa foi grande, mas percebi o teste de caráter e comprei sem êxitar o day pass mesmo com os recursos limitados. Outra dificuldade foi o cansaço de carregar as mochilas nas costas. Talvez as cãibras durante a prova tenham sido provocadas pelo cansaço da viagem e falta de treinamento durante as três semanas. Mas o importante é que, depois de muita oração, Deus permitiu concluir a prova com o tempo de 2h15min.


O medo antes da prova foi parecido com o medo de quem nunca entrou Biathlon_ale_peq no mar e quer participar de uma prova de tavessia aquática. Ou daquele que aprendeu a poucos dias a andar de bicicleta e enfrenta uma ladeira abaixo. Realmente foi um milagre terminar este grande desafio após aprender nos dias que antecederam a prova a andar no esqui de fundo.


Outro presente de Deus que deu esperança para conquistar o grande desafio foi aprender os princípios básicos do Biathlon. A aula foi muito proveitosa e o Professor Pasquale da L'Ecole du Ski de Bessans deu grandes dicas para uma futura participação nesta modalidade. Obrigado a TODOS que ajudaram de alguma forma a realizar esta prova, minha esposa, o Leandro Ribera e o Frabizio Bourguignon da CBDN, o Benoit e todos os alunos e colaboradores da Sportplan. UM FELIZ 2011!!!

 

 


 Setembro 2010 - APRENDENDO COM A DERROTA.
Depois de anos escrevendo sobre a fé dos campeões, fui motivado a tentar realizar o que vivo escrevendo: realizar um grande desafio. Para um sedentário, este desafio pode ser completar uma prova de 10km. Para um atleta amador que já completou um short triathlon, fazer um ironman. Emagrecer 10kg, bater um recorde pessoal, dependendo do comprometimento profissional o desafio requer enorme determinação, força de vontade, estratégia, confiança... e para muitos pode ser considerado IMPOSSÍVEL. Mas como disse Michael Phelps: "...tudo é possível quando você coloca sua mente naquilo e coloca sua força e tempo naquilo."


Então fiz um propósito com Deus para tentar alcançar um grande desafio, que será participar de uma prova de Biathlon na neve (Ski Cross Country + tiro) e esse sonho deveria estar conectado com os propósitos de Deus, ou seja, o projeto "fecampea.org". No livro "Um mês para viver" de Kerry & Chris Shook, os autores explicam como diferenciar um sonho de Deus ou uma idéia maluca surgida da sua cabeça. Em primeiro lugar, o sonho não pode ser contrário à palavra de Deus. O sonho exige fé, ou seja, deve ser um desafio grande o suficiente para você depender de Deus. Se o desafio não exigir muito e se eu conseguir sozinho, então... O sonho de Deus também deverá fazer diferença na vida de outras pessoas. Neste caso, o exemplo de superação da conquista do grande feito deverá ser contado para o máximo de pessoas possíveis.


O grande desafio precisará de anos para ser concretizado pois envolve etapas, competições menores e anos de preparação. Para um atleta que vive num local onde se possa praticar com facilidade, não há desafio nenhum, mas para um brasileiro que nunca tinha visto neve e que tem um orçamento restrito, a tarefa é quase impossível...
Assim como a boxeadora que queria ser campeã mundial e conseguiu o sonho com 41 anos (ver esportes > artes marciais), haverá muitas derrotas antes do sonho realizado. Terri Moss perdeu 5 lutas antes de se tornar campeã mundial.


A primeira derrota ocorreu neste mês de setembro. O primeiro treino específico de ski cross country foi impedido por um acidente que deixou o ônibus parado por 4 horas. O planejamento era de apenas um dia, então tive que aprender com a derrota. Primeiro, um grande desafio precisa de oração (ver atletismo > Joseph Ebuya). Segundo, precisamos de caráter. Nos Jogos Olímpicos de 1952, o campeão Emil Zatopek já dormia quando um jovem repórter bateu a sua porta para uma entrevista. O caráter do religioso Emil pode ser observado pois, diferentemente da maioria, ele cedeu a entrevista e ainda percebeu que o repórter não tinha onde dormir, cedendo um espaço no local. Não tive um bom comportamento nos dias que precederam o treino e senti a diferença. Terceiro, nossos sonhos devem ser realizados em família (ver triathlon > Craig Alexander). A família deve estar torcendo junto e participando do sonho. Se você cria conflitos por causa do seu desafio, então esse sonho pode não ser algo positivo.

 


 Maio 2010 - IronMan Brasil


Todos os anos a equipe Sportplan Triathlon está presente no Ironman Brasil. Em 2010 não foi diferente, alugamos uma casa para concentração da maioria dos atletas. Algumas vezes também participo da prova, mas apenas para completar, tanto que a cada ano o resultado ia aumentando, 12h36, 13h e em 2008 14h. As expectativas eram boas, os treinos foram longos em relação aos outros anos, mas será que a idade ia pesar (tinha acabado de fazer 40anos), será que seria mais um ano de sofrimento pra terminar a prova?


O primeiro sinal de que Deus havia permitido realizar esta prova foi o patrocínio da inscrição de 550 dólares. Agradeço a Deus por ter colocado em meu caminho o Carlinhos, a Marília, o Vinicius, o Galo e aqueles que participaram do sorteio do Garmin pela ajuda na inscrição. Também tive que contar muito com a ajuda de minha esposa que me apoiou na estrutura de treinos.


Os treinos longos foram aumentando conforme o planejado e finalmente chegamos na semana da prova sem grandes adversidades. Alguns atletas tiveram lesões, mas graças a Deus recuperados no mês antes da prova.
Chegando em Jurerê Internacional, local do IronMan Brasil, contagem regressiva para o grande dia. Enfatizamos para todos os atletas que o objetivo maior era completar a prova e que estávamos gratos por estarmos alí, ter a oportunidade de ser um ironman. Mas dentro de cada um, um sonho: fazer uma grande prova. Novamente pensei na Seleção Brasileira de futebol. Em 1994 eles agradeceram na frente de milhões de pessoas.

Em 2002 agradeceram depois da partida através de camisetas com frases como: “Deus é Fiel” “Jesus loves you”. Pensando nisso, fiz um voto a Deus de não apenas levantar as mãos na chegada, mas de fazer a prova com uma blusa com frases e também dedicar um tempo antes da prova, pois nunca havia feito isso.


Mas antes de alcançarmos uma grande vitória, parece que Deus precisa nos avaliar. Ele precisa saber se nossa prioridade é Deus e uma vida com propósitos e valores ou se é o ironman. Ele nos coloca obstáculos no caminho para que escolhamos o caminho mais fácil, o jeitinho, ou o caminho do caráter e das virtudes. Foi assim com os ganhadores da Medalha Pierre de Cobertin e de milhares de campeões que não revelam em público estes acontecimentos.

Emil Zatopek na noite anterior ao ouro dos 10.000m nas Olimpíadas de Helsinqui 52, quando já estava na cama, foi importunado por um repórter novato que não considerou que o campeão precisava descansar para a grande final. Zatopek tranquilamente cedeu a entrevista e ainda percebeu que o reporter não tinha onde passar a noite, cedendo uma cama no apartamento.

Na manhã seguinte Emil ganharia o ouro e o repórter lembraria da entrevista pelo resto de sua vida. Também o italiano Eugenio Monti nas Olimpíadas de Innsbruck 64 ajudou a dupla rival britânica, emprestando um parafuso de seu bobsled. A dupla britânica ganharia o ouro e Engenio o bronze, sendo duramente criticado pela imprensa italiana. Sua recompensa veio 4 anos mais tarde quando ganhou sua primeira medalha de ouro com 40 anos de idade.


No IronMan 2010 cada atleta superou sua provação. Primeiro o Bruno teve que levar o filho no hospital pois sentiu dores após uma queda, e o Daniel caiu da bike arranhando o joelho. No sábado tive que levar o Gustavo no hospital pois estava com calafrios e debilitado por não conseguir comer. Na sala de espera do Hospital comecei a escutar uma música no mp3: “Abro mão dos meus sonhos, abro mão da minha vida por ti...” Naquele momento pensei: “Abro mão do IronMan por ti, se for preciso...” Mas a tranquilidade esteve presente e conseguimos dormir cedo para o grande dia. Alimentação e descanso são fundamentais para uma grande performance.


Durante a prova mais adversidades. Furou meu pneu e tive que trocar rápido. A bike do Jamil também furou 2 vezes. Após as provações, nossa oração do sábado a noite foi atendida e graças a Deus todos conquistaram o sonho:


Gustavo Ayres - CAMPEÃO Cat.18-24 (ganhou a vaga para o Ironman Hawaii em sua estréia) 9h44min (53'13/5h09/3h34)
Bruno Dangelo - Quinto Ironman Recorde 9h56min (58'11/5h11/3h38)
Misael Bezerra - Segundo Ironman Recorde 11h10min (1h14/5h35/4h09)
Jamil Ferreira - Primeiro Ironman 11h43min (1h08/5h56/4h18)
Alexandre Oliveira - Quinto Ironman Recorde 12h16min (1h03/6h32/4h25)
Daniel Freitas - Primeiro Ironman 12h38min (1h18/6h11/4h46)
Assis - Quinto Ironman 13h10min (1h17/6h19/5h08)
Leonardo Cabral - Primeiro Ironman 13h17min (1h04/6h24/5h27)

 


 

 Maio 2009 - SORTE OU FÉ?


Em abril de 2009 comentei com alguns alunos o livro "Quem venceu o tetra?" de Alex dias Ribeiro (Atletas de Cristo), que conta a saga da seleção brasileira nos dias que precederam o título mundial de futebol. A conclusão do livro foi de que o grupo (atletas que se reuniam para orar) pediriam para que vencesse a Copa do Mundo o país que pudesse demonstrar ao público o agradecimento a Deus. Fui para o Encontro de Técnicos onde me inscreveria gratuitamente para a Maratona do Rio e sorteariam prêmios. Então durante o caminho pedi para ganhar o prêmio principal. Durante o sorteio, lembrei do texto do EMIL Zatopek onde cita: "Fico muito feliz quando ganho, mas é ótimo quando outros ganham porque eles ficam felizes".

Então, durante o evento, comecei a ficar muito feliz quando todos ganhavam os prêmios e ficaria muito feliz se o prêmio fosse para alguém que merecesse, mas DEUS atendeu ao meu pedido e ganhei UMA PASSAGEM PARA NEW YORK!!!!!!!!!!!! Fui receber o prêmio com as mãos para cima e espero que todos entendam que podemos sim pedir pela VITÓRIA!!! Peça corretamente e você RECEBERÁ!!!!

 


 11fev2010 - Tomando posse do presente


A passagem ganha em 2009 não pode ser usada para ir a maratona de NY porque dependia de inscrição, que já estava esgotada (sorteio) e de disponibilidade no avião (prêmio era igual a milhas). Então marquei para o carnaval, aproveitando para fugir um pouco da bagunça e para não atrapalhar as aulas de corrida na USP.


Chegando no aeroporto de cumbica, soubemos que a previsão para o dia seguinte era de nevasca em New York. Orei a Deus: "Será que este presente de Deus se tornaria uma furada ou uma enrascada?" Lembrei das promessas de Jesus - Qual pai que o filho lhe pedir peixe, lhe dá uma cobra?. Tiramos toda a ansiedade e nos dirigimos ao guichê da American. Era 22h30 e o avião partiria 01h da manhã com escala em Miami. Deus começou a trabalhar.

O agente de viagem começou a fazer tudo rápido e depois de cinco minutos explicou com duas passagens nas mãos: "Se eu mandar vocês pra Miami, vocês ficarão presos lá, pois o aeroporto de NY fechará. Vocês vão AGORA 23h direto pra NY e chegarão lá antes da nevasca, isto é, 6h da manhã. CORRAM!!!" A alegria começou a tomar conta e embora um pouco preocupados, partimos felizes.


Acho que fomos os únicos a aterrisar naquele dia. Chegamos com pouca neve, e ficamos aproximadamente 1 hora na imigração. Ninguém mais chegou, os agentes todos saindo pra tomar café (rsrs). Pegando o metrô para Downtown, observamos que a neve já tinha cobrido toda a pista e o aeroporto fechou mesmo.


Deus realmente tinha nos dado PEIXE, pois nossa programação não importava se estivesse nevando.
A paisagem de NY com neve é incrível. Fomos direto para o Hostel na West Upper Side. Detalhe, o hotel foi de graça pois tínhamos milhas de outra viagem. Mais um presente de Deus.

No dia seguinte, fomos ao Metropolitam Museum e ao Moma. A neve continuava castigando os NovaIorquinos e nós delirando com aquele clima que não existe no Brasil. Ficamos uma semana na Big Apple e visitamos também o zoológico, num dia ensolarado.

Além das famosas compras nas diversar lojas de departamentos de Manhattan

No domingo, nos esforçamos para dedicar o dia ao SENHOR indo no cultono BROOKLYN TABERNACLE. Foi bem legal e DEUS mandou sua mensagem!!!
Na segunda de carnaval, um passeio que muitos não curtem, mas que estamos gostando cada vez mais. Fomos para a Montanha Hunter esquiar... Muito legal mesmo, estou pegando o jeito, daqui a pouco já passo para a pista azul, mas por enquanto só no verde de iniciantes ehehehehehe
O presente de Deus foi perfeito, no penúltimo dia, nova preocupação com a neve forte, mas devemos confiar no Senhor e descansar... No dia da volta amanheceu ensolarado...
Deus é BOM!!! Ele faz proezas!!!! Glória somente a ELE!!!

 

Não existem comentários ainda, seja o primeiro a comentar!