Fé Campeã | Jogos Olímpicos Rio 2016 - Anna Van Der Breggen Ciclismo de Estrada
Jogos Olímpicos Rio 2016 - Anna Van Der Breggen Ciclismo de Estrada

Jogos Olímpicos Rio 2016 - Anna Van Der Breggen Ciclismo de Estrada

07ago2016. O Holandesa Anna Van Der Breggen conquistou o ouro no ciclismo de estrada feminino dos Jogos Olímpicos Rio 2016, após um sprint final na chegada. Sua estratégia foi preservar sua energia no pelotão principal e no momento certo, se aliou a um grupo de perseguição composta pela sueca Emma Johansson e a italiana Elisa Borghini, que alcançou a líder Mara Abbott (EUA) na reta final.
Van der Breggen tornou-se profissional em 2012 na equipe Sengers Ladies Cycling Team sendo selecionada para os Mundiais de 2012 e 2013 onde terminou em 4o. Em 2014 se uniu a equipe Rabobank-Liv Giant e em 2015 venceu o Giro d'Itália e obteve duas pratas e um bronze no Mundial de ciclismo (Time Trial, Road Race e TT team)
Anna é uma cristã praticante mas obviamente não é mais uma frequentadora assídua. Quando jovem, sua família costumava ir à igreja duas vezes por semana. "Domingos quando estou na Holanda e não preciso pedalar eu vou à igreja," disse em entrevista ao site OnderWeg. "Pessoalmente, também acho que acreditar não é algo que você faz apenas na igreja. Claro, é importante, você ouve coisas que não sabia, a Bíblia explica e você apenas tem uma pausa de sua semana corrida. Mas acreditar é muito mais. Para mim são pequenas coisas: orar, relacionar com outros, desfrutar o que Deus está tentando deixar claro para nós, o que você pensa sobre os outros, que amemos uns aos outros, que você está fazendo as coisas certas. Tento carregar pro ciclismo estes valores todo dia. Principalmente refletido no meu relacionamento com os colegas de equipe, acho."
Como Anna é uma das poucas cristãs assumidas no esporte e não é claro quem acredita ou não, ela não é daquelas que carregam versos bíblicos escritos etc. Ela tenta ser ela mesma e estar atenta à pessoas interessadas na fé cristã.

"No ciclismo você é bastante vulnerável. Isso ficou claro ano passado quando quebrei minha pelvis na Copa do Mundo. Alguma coisa como esta pode ter consequências maiores, talvez nunca poder pedalar. Apesar disso, fico tranquila quando penso, Deus está lá, mesmo quando as coisas acontecem. Claro, ocasionalmente vejo claramente. Depois daquilo não pude mais fazer a Copa do Mundo. Mas na época foi bom saber que há um Deus. Ciclismo para mim é importante mas não é o mais importante."

Fonte
http://www.onderwegonline.nl/4378-anna-van-der-breggen-over-topsport-en-christen-zijn

Não existem comentários ainda, seja o primeiro a comentar!