Fé Campeã | TOUR DE FRANCE 2013
TOUR DE FRANCE 2013

TOUR DE FRANCE 2013

21jul2013. Na 100a edição da volta da França, Nairo Quintana conquistou um feito inédito pois, além de ficar em segundo lugar no geral, conquistou a camiseta branca de melhor estreante e a camiseta de bolinhas vermelhas de melhor montanhista. Ele atacou na Col de Pailheres (estágio 8), no Mont Ventoux (estágio 15) e venceu o estágio 20 no dia seguinte após percorrer o famoso Alp d'Huez duas vezes. O colombiano de 23 anos é a nova promessa da equipe Movistar, equipe do famoso ciclista Miguel Indurain, cinco vezes campeão do Tour.
Nairo nasceu em uma família humilde de agricultores e teve que ajudar a família desde cedo porque seu pai sofreu um acidente e ficou incapacitado. Como não tinham dinheiro para pagar o ônibus para a escola, Nairo começou a pedalar todos os dias 16 milhas até a escola com inclinações que chegavam a 8%. Com 19 anos ele ingressou em sua primeira equipe, na própria região que nasceu e aos 20 anos, na equipe Café de Colombia, venceria sua primeira competição, o Tour de L'Avenir 2010. Seus resultados nos testes físicos eram tão impressionantes que os fisiologistas repetiam por parecerem errados. Em 2012, nairo ingressou em sua primeira equipe Pro Tour, a movistar, e desde então, já venceu a Volta de Murcia, a Rota do Sul, o Giro de Emilia, a Volta do País Basco e a Volta a Vurgos. Quando questionado sobre sua humildade, Nairo respondeu: "Não é ser humilde pela aparência, sou do jeito que sou, mas uso a humildade como um escudo, uma armadura interior para ver como são as pessoas e saber como posso tratar as
pessoas diferentes," explicou.
Da mesma maneira que Chris Froomer chegou favorito para o Tour 2013, com a segunda colocação de 2012, muita gente já acha que Nairo é o novo predestinado para o futuro. "Muitas vezes já escutei das pessoas, mas não sei," disse o campeão. "Penso que foi o tanto que sofri desde criança, digo que Deus me deu uma nova oportunidade para fazer uma coisa boa, para se destacar em algo, e aqui estou."
Mas Nairo sempre sonhou com isso, desde a época que chegava da escola numa subida e os pais o premiavam como rei da montanha. Ele sabia que este dia chegaria e está confortável com o pódio. "O que conseguimos hoje é fruto de muito trabalho e das aulas que Deus e meus pais me deram," disse após sua vitória no dia 20, dia da independência da Colômbia. "Sabia que estava forte, mas nunca pensei em chegar no segundo lugar da classificação geral, mas graças ao trabalho de minha equipe conseguimos essa façanha, me preparei psicologicamente, sou consciente que não era o líder da equipe, mas depois do incidente com o Alejandro (Valverde), tive que assumir essa responsabilidade e penso que correspondi com a ajuda de Deus, um abraço para minha família, para todas as pessoas que me apoiaram em minha carreira."

Não existem comentários ainda, seja o primeiro a comentar!