Fé Campeã | World League Volleyball 2014
World League Volleyball 2014

World League Volleyball 2014

20jul14. Os EUA superaram o Brasil na final da Liga Mundial para conquistar seu segundo título da Liga. O time que está no quarto lugar do ranking mundial, vencer por 3 a 1 (31-29, 21-25, 25-20 e 25-23) na frente de 9mil torcedores em Florença, Itália.
Taylor Sander e Matt Anderson foram os maiores pontuadores do time com 24 e 23 pontos, respectivamente, enquanto que o bloqueador David Lee foi decisivo com sete bloqueios. Taylor Sander foi escolhido MVP do torneio mas foi o técnico do seu time Chris McGown do BYU que falou mais sobre as virtudes do jovem de 22 anos. "A melhor coisa sobre ele é, obviamente que tem grandes aptidões físicas, mas tem uma inteligência enorme pro voleibol," disse. "Ele é provavelmente o melhor jogador que já joguei," explicou o colega de time Jaylen Reyes. "O céu é o limite pra este garoto. Não me surpreenderia de vê-lo no Rio. (olimpíadas 2016) A melhor maneira de explicar é que ele faz a jogada expetacular ficar simples por causa de sua habilidade dada por Deus, somado que é o melhor jogador que já vi jogando."
A maior universidade religiosa dos EUA, operada pela LDS Church, teve grande influência no talento de Sander. O código de honra feito pelos estudantes inclue, honestidade acadêmica e abstinência de drogas, alcool e sexo antes do casamento. "Sendo um membro da igreja e gostando da cultura daqui e gosto que temos realmente grandes públicos e professores que realmente se importam com você," disse o melhor jogador de todos os tempos da BYU.
Mas Sanders teve que pensar e orar muito para não seguir a maioria dos estudantes (78%) no trabalho missionário. "Foi duro. Foi algo que orei muito e apenas mantive as tantas ofertas do voleibol americano e você sabe, foi duro deixar todas aquelas coisas. Não fui capaz de sacrificar issoe tive facilidade de decidir." Ele terá muitas oportunidades para discutir sua fé na carreira de voleibol. "Tenho tido tantas oportunidades de servir e ser conhecido no voleibol e responder perguntas todo o tempo," contou ao Deseret News. "Me sinto servindo numa missão apesar de nãoestar usando o crachá. (...) Não quero que as pessoas pensem que sou uma pessoa má porque não sirvo numa missão. Foi apenas algo que foi melhor pra mim e algo que tive que decidir..."

 

Fontes

http://www.fivb.org/EN/volleyball/competitions/WorldLeague/2014/viewPressRelease.asp?No=47373&Language=en
http://volleyballmag.com/articles/42917-sander-leads-a-strong-byu-squad
http://www.deseretnews.com/article/865601528/To-serve-or-not-to-serve-BYU-athletes-discuss-the-role-of-missionary-service.html?pg=all

Não existem comentários ainda, seja o primeiro a comentar!