WBA, WBC, IBF, WBO and The Ring World Champion Olympic and World Champion Katie Taylor (IRE)

WBA, WBC, IBF, WBO and The Ring World Champion Olympic and World Champion Katie Taylor (IRE)

11dez2021. A irlandesa Katie Taylor defendeu os cinturões unificados da WBA, WBC, IBF, WBO e The Ring pela quinta vez contra a lutadora do Kasaquistão Firuza Sharipova,continuando sua carreira invicta profissional com 20 vitórias e 0 derrotas.

Ela é campeã mundial em duas categorias de peso e tornou-se uma dos oito boxeadores homem ou mulher a reter os cinturões unificados.

Na carreira amadora, Katie ganhou cinco medalhas de ouros nos Mundiais entre 2006 e 2014, conquistando também o ouro olímpico em Londres 2012.

Apesar de ser considerada a melhor boxeadora do mundo ela tenta manter sua humildade. "Minha vó teve uma vida dura mas era uma mulher fantástica. Não há sequer um pingo de amargura em seu corpo. Ela cresceu na pobreza e nós também. Não tínhamos muito dinheiro quando crescemos. Éramos uma família muito, muito pobre vivendo num bairro difícil mas Deus escolheu nossa família e fez algo por nós," disse ao The Irish times. "Tenho dois irmãos e uma irmã e nós todos tivemos sucesso. Mas ninguém olharia para nossa família ou nossa casa e teria dito: 'Sucesso virá para eles'."

Entretanto 2016 foi um ano de muita reviravolta na família de Katie. Seus pais se separaram e o pai treinador não estava mais no corner para ajudá-la. Ele também era contra ela se tornar profissional. Katie se sentiu como se estivesse faltando um braço, arriscando as defesas do títulos mundial e olímpico. "Às vezes, quando volto naquele momento e falo sobre isso, ainda me emociono. Mas eu não estaria na posição que estou hoje se aquilo não tivesse acontecido. Então sinto que as coisas funcionaram melhor pra mim com a perda, mesmo quebrando o coração na época. Lidei com a perda e a emoção e voltei uma melhor lutadora. Amadureci muito desde então," disse.

Agora as coisas estão bem com seus pais e Taylor destaca a influência que eles tiveram no processo todo. A mãe dela, Bridget, sempre ora com ela antes das lutas. "É sempre a mesma coisa e isso é uma das partes mais importantes da preparação. Ela ora pra mim antes de toda luta. Será igual nesta luta (Contra Sharipova). Na verdade não sei como as pessoas passam pelos momentos difíceis sem Deus em suas vidas. É minha âncora, minha rocha e definitivamente há tempos que me agarro à palavra de Deus. Um de meus versos favoritos está no livro de Romanos e a essência é que não importa o que você esteja passando há um momento decisivo que você pode usar para seu benefício. Acredito nisso."    

Crescida em Dublin, Tayor é uma pessoa de hábitos. Sempre que frequentava a Igreja pentecostal de São Marcos, ela sentava no mesmo banco, ao lado dos pais Pete e Bridget.  ...Se sua vida esta envolvida com o Senhor, não há limite para o que Deus pode realmente fazer. Toda vez que piso no ringue, estou obviamente focada na luta mas sinto que estou honrando e glorificando Deus... é como um ato de louvor e mesmo todo dia no ginásio quando estou treinando pesado, batendo no meu corpo em submissão, isso é um ato de louvor,"  falou para a radio RTE.

Após as lutas Katie também tem o hábito de agradecer abertamente a Deus nas entrevistas e nas redes sociais. "Agradecendo a Deus por um luta difícil. Obrigado a todos pelo apoio," disse após defender o título contra Natasha Jones. No título de sua página do Instagram ela escreve: "Tenho sempre colocado o Senhor a minha frente. Porque ele está em minha mão direita. Não serei abalada. Salmo 16:8"

Fontes
https://www.irishtimes.com/sport/other-sports/katie-taylor-interview-god-chose-our-family-and-did-something-with-us-1.4741823
https://www.irishmirror.ie/sport/other-sport/boxing/katie-taylors-relationship-dad-pete-24900171
https://www.independent.ie/lifestyle/why-katie-believes-god-fights-in-her-corner-26888932.html
https://www.irishcatholic.com/katie-taylor-thanks-god-after-retaining-world-titles/

Alexandre Augusto de Oliveira

Parceiros

Informática LivreSportplan Triathlon